Home>Colunistas>Energia: ser generalista ou especialista?
Imagem: Pixabay
Colunistas

Energia: ser generalista ou especialista?

Pontoon-e |

Na maioria das empresas e instituições paras as quais prestei consultoria, percebi logo de inicio que a abordagem era especialista.

Quer dizer, tinham na “prateleira” listadas algumas oportunidades que estavam detalhadas. Mas via de regra não possuíam um plano apontando para a estratégia que desejavam trilhar.

Claro, em alguns casos, os resultados potenciais se mostravam até bem interessantes. Mas a prevaência sempre foi a de uma falta de “plano de voo” e custos de energia (R$/MWh e MWh/atividade produtiva) relativamente altos.

Frequentemente oportunidades importantes deixam de ser identificadas e capturadas.

Moral da história: vale a penar criar um plano estratégico para alcançar e manter os melhores resultados dentro das condições de cada caso!


Energy: a generalist or an specialist approach?

In most companies and institutions for which I consulted, I realized right from the start that the approach was specialist.

That is, there were some opportunities on the “shelf” fairly well detailed.

But… as a rule, they did not have a plan pointing to the strategy they wanted to pursue.

Of course, in some cases, the potential results turned out to be quite interesting. But the prevalence has always been a lack of “flight plan” and relatively high energy costs ($/MWh and MWh/activity).

Important opportunities are often overlooked and therefore not captured.

Moral of the story: it is worth trying to create a strategic plan to achieve and maintain the best results given the boundary conditions of each case!


 

Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *