Criada há muito tempo, a regulação do setor elétrico, estabelece também que, se uma concessionária tem uma receita extra, será deduzida do próximo reajuste tarifário concedido pela ANEEL.

A motivação do regulador era nobre. Preservar o cliente. Mas o que acontece na prática é que as concessionárias não tem motivação para oferecer soluções de “valor agregado”.

Proponho “abrir” as oportunidades para as concessionárias. Viabilizar que ganhem um extra sem que os reajustes tarifários sejam comprometidos e assim também viabilizar que seus clientes possam alcançar e manter resultados interessantes.

Faço um repto: que se pergunte aos clientes das concessionárias se desejam escolher por contratar a concessionária (ou não) para serviços extras.


Energy: An opportunity (Brazil)

Created a long time ago, the Brazilian regulation of the electricity sector also establishes that, if a concessionaire has an extra revenue, it will be deducted from the next tariff readjustment granted by ANEEL.

The regulator’s motivation was noble. Preserve the customer. But what happens in practice is that electric utilities are not motivated to offer “value-added” solutions.

I suggest that electric utilities are allowed to earn extra without the tariff adjustments being compromised and thus also enable their customers to achieve and maintain interesting energy related results.

Here is the challenge: ask the utility customers if they want to have access to extra services or not.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *