Para recuperar a economia há que ter energia com preços competitivos. Refiro-me à paridade com os BRICS.

Por anos a fio o Brasil é o mais caro em USD/MWh. de energia elétrica considerando Russia, Índia, China e Africa do Sul.

Como nossa atividade principal é de “baixo valor agregado” a energia é um custo relevante especialmente no setor de transformação. Tipicamente é Top 10 mas com frequência Top 5.

O novo Governo deve enfrentar esta realidade. São duas ações, necessárias e até que simples:

  •  Viabilizando um enxugamento da regulação

    Que é pesada, ineficiente e indutora de custos espúrios.

  • Privatizando as empresas de energia elétrica

    Que são enormes sumidouros de recursos há décadas.

O requisito essencial é firmeza e determinação em fazer acontecer !


Energy: Brazil and the competition

To recover the economy power prices should be competitive. I am referring to the parity with the BRICS.

For many years Brazil is the most expensive in USD/MWh. for electrical energy considering Russia, India, China and South Africa.

As our core business in Brazil is “low value-added” activities. Therefore energy is a significant cost especially in the transformation sector. Typically it is Top 10 but Top 5 frequently.

The new Government must face this reality. There are two actions at stake:

  •   Enabling a downsizing of regulation

    Right now it is too heavy, inefficient and cost-inducing

  • Privatizing electric power companies

    Which have been huge sinks of resources for decades.

The essential requirement is the drive to make it happen !

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *