O gráfico mostra a evolução do preço das ações da Petrobrás neste ultimo mês.
“O mercado não leva desaforo para casa”, dizem os analistas de investimentos.
A linha de pensamento mais rasa, mas muito popular no Brasil, aponta para o caráter meramente especulativo do mercado financeiro para justificar a enorme desvalorização havida.
Uma avaliação mais objetiva associa a situação ocorrida (greve dos caminhoneiros) com a volta do populismo no comando da empresa. Os preços da Petrobrás, que até então estavam atrelados à cotação internacional, passarão a ser mais ou menos ostensivamente controlados pelo Estado.
Os resultados deste potencial intervencionismo já são muito bem conhecidos. E assim o mercado “precifica” este novo cenário que reflete o “derretimento” da empresa e portanto do seu valor de mercado.
 


 

Energy stocks “melting” in Brazil

The graph shows the evolution of Petrobras (the largest Brazilian energy company) stock prices.
The shallowest line of thought, but very popular in Brazil, points to the merely speculative character of the financial markets to justify the enormous devaluation.
A more objective assessment associates the situation (strike of the truck drivers) with the return of populism in the company’s control. Petrobrás prices, which until then were pegged to international prices, will become more or less ostensibly state controlled.
The results of this potential interventionism are already well known. And so the market “prices” this new scenario that reflects the “meltdown” of the company.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *