O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, disse ter a expectativa de que o requerimento de urgência para o Projeto de lei 10.332/18, que equaciona as dívidas e possibilita a privatização das seis distribuidoras do grupo, seja votado ainda hoje. “Espero que o requerimento de urgência seja votado sem dúvida nenhuma nesses dias, possivelmente hoje porque deve ter quórum”, afirmou antes de encontro com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Ferreira Jr afirmou que tem conversado com lideranças no Congresso Nacional sobre a importância de aprovação da matéria. Apesar de apenas o encontro com o presidente da Casa ter sido divulgado pela agência oficial do parlamentar, o executivo chegou pela manhã à Câmara para encontros com diferentes parlamentares.

O presidente da Eletrobras destacou que está tratando hoje exclusivamente do projeto de lei das distribuidoras. “Nem adianta votar o projeto de lei [do modelo de privatização] da holding se não resolver as distribuidoras”, afirmou a jornalistas. Ele disse que Maia não deu qualquer previsão de quando vai colocar o projeto de lei em votação e que considera a possibilidade de a matéria ser apreciada mesmo sem consenso entre os partidos.

Relator

Ao chegar à Câmara dos Deputados para se reunir com o presidente da Eletrobras, Maia afirmou que esteve com o presidente Michel Temer para discutir a pauta de votações do Congresso. “Falamos sobre a pauta. Nenhuma grande novidade”. Ao ser questionado sobre a definição do relator do projeto da venda de distribuidoras da Eletrobras, Maia disse que ainda não tomou uma decisão e que pode fazê-lo apenas depois da aprovação do requerimento de urgência da proposta, que pode acontecer entre hoje e amanhã. Os mais cotados para a relatoria são os deputados Darcísio Perondi (MDB-RS) e Júlio Lopes (PP-RJ).


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *