Eleições: notícias & análises

As eleições de outubro estão fazendo 1°) aflorar os programas de entrevistas com os candidatos e 2°) intensificar as notícias envolvendo as questões da política.
Mas, há uma questão que me intriga. Os reporteres e analistas que ouço tanto nos canais abertos como nos por assinatura são craques em falar dos bastidores da nossa politica e dos três poderes. E aliás, neste quesito, são imbatíveis !
Mas lamentavelmente são péssimos quando se trata de debates. As questões por eles colocadas são – via de regra – sobre o passado com enfase para o que já sabemos sobejamente.
Os candidatos mais articulados dão de goelada nos entrevistadores quando respondem, mesmo com relação ao temas mais delicados da roubalheira – institucionalizada e universalizada.
Reporteres e analistas não estão preparados para um debate de fundo. Mesmo aqueles mais conhecidos e estrelosos.
Pouco ou nada se fala sobre 1°) programas de governo, 2°) estratégias para alcançar e manter um novo e reduzido tamanho do Estado, compativel com o orçamento, 3°) como serão enfrentados os conflitos de interesses envolvendo a grande maioria dos politicos e dos partidos.
A expectativa realista é de que tudo continuará extamente como sempre! Não há consciencia do povo e nem dos seus representantes candidatos para os problemas que devem ser enfrentados.
 


 

Elections: News & Analysis 

The October elections and the TV talk shows with the candidates intensify the news involving Brazilian politics.
But there is one question that intrigues me. The reporters and analysts I hear both in the open channels and in the subscription ones are great to speak about whats happening behind the scenes of our politics and of the three powers.
But unfortunately they suck when it comes to debates. The questions they pose are – as a rule – about the past with emphasis on what we already know superbly.
The most articulate candidates shine when they respond, even with respect to the more delicate issues of institutionalized and universalized corruption. Potentially these guys are heavily involved too!
Reporters and analysts are not prepared for a substantive debate. Even the best known and most acclaimed.
Little or nothing is said about (1) proposed government programs, (2) strategies to achieve and maintain a new and smaller size of the State, compatible with the national budget, (3) how conflicts of interest will be faced involving the vast majority of politicians and parties.
The realistic expectation is that everything will continue exactly as it always has! There is no awareness of the people or their representatives/candidates with respect to the problems that must be faced and accordingly resolved.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *