Assim como sempre acontece, a preferencia é pela discussão entre os nomes que estão aparecendo nas pesquisas de opinião para os cargos em disputa.

Os rótulos que fazem parte de nossa tradição incluem direita, esquerda e centro. Potencialmente para todos os gostos.

Não acredito que esta forma produzirá efeitos práticos benéficos para o país, independentemente da escolha de cada eleitor.

Precisamos mudar – em pelo menos um quesito: exigir clareza dos candidatos quanto aos assuntos mais importantes.

  1. Equilíbrio orçamentário

    Não há como melhorar o padrão de vida em médio e longo prazos sem que se alcance e mantenha um equilíbrio nas contas públicas.

  2.  Previdência Social

    É impossível se vislumbrar um pais estabilizado sem que a Previdência Social esteja rigorosamente compatibilizada com a nossa realidade. A casta formada por dezenas de milhares de políticos e de selecionados funcionários públicos saqueiam a Previdência com benefícios inaceitáveis fazendo com que a grande maioria fique sem cobertura digna para sua aposentadoria.

  3. Privatização das empresas

    Décadas de insistência (com a gestão de todos os partidos importantes no poder) mostraram cabalmente que o Estado (Federal, Estadual e Municipal) brasileiro não obtêm sucesso junto à maioria das empresas por ele controladas.

A conclusão que proponho para reflexão, é a de que antes de escolher nomes, será mais importante, desta vez, se assegurar de que o candidato em análise esteja comprometido com estas três condicionantes. Por uma razão simples e óbvia: diferente disso não haverá condições realistas de virar a mesa assim como o Brasil precisa.


 

Elections (Brazil) in 3 points

As always, the preference is for the discussion among names that are appearing in opinion polls.

The labels that are part of our tradition include right, left and center. Potentially for all tastes.

I do not believe that this way of choosing will produce practical beneficial effects for the country, regardless of the choice of each voter.

We need to change – at least with respect to one question: demanding clarity from the candidates on three most important issues.

  1. Budget balance

    There is no way to improve the standard of living in medium and long terms without achieving and maintaining a balance in the public accounts.

  2. Social Security

    It is impossible to see a stable country without Social Security being strictly compatible with our reality. The caste formed by  politicians and selected civil servants plunder the Social Security with unacceptable benefits causing the great majority to go without adequate coverage for their retirement.

  3. Privatization

    Decades of insistence (with different parties in power) have fully shown that the Brazilian (Federal, State and Municipal) State does not obtain success from most of the the companies it controls.

Before choosing names or even parties, it will be more important, this time, to ensure that there is a committement concerning these three above mentioned points. For a simple and obvious reason: otherwise there will be no realistic conditions of turning around the situation as needed.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *