Ninguém duvida que o sistema elétrico brasileiro seja complexo. Uma estensa lista de fatores influem no custo da energia entregue.

Mas, felizmente, o Operador Nacional do Sistema publica o custo marginal de operações, semanal, do despacho da energia elétrica, e que considera “tudo”.

Na região SE/CO, por exemplo, a média semanal tomada nos últimos doze meses, indica que o custo foi de R$ 375/MWh. Redondamente USD 100/MWh.

Este é um valor que sinaliza para o mundo corporativo o custo real da energia elétrica. Quer dizer, a tendência dos preços futuros aponta para um aumento, isto, supondo estabilidade das condições do último ano. É uma suposição conservadora pois parte de um PIB anêmico que não pressiona o lado da demanda.

Resumo da ópera: melhor desenhar um cenário de preços futuros em ALTA. Para exemplificar, atualmente as tarifas de energia concedidas para a ELETROPAULO (maior distribuidora do país) estão em R$ 270/MWh para um consumidor corporativo típico que pondera 90% do consumo fora de ponta e 10% na ponta.


Power-cost-trend is way up in Brazil 

No one doubts that the Brazilian electrical system is complex. An extensive list of factors influence the cost of the power delivered.

But, fortunately, the National System Operator (Brazilian equivalent to ISO) publishes the weekly marginal cost of operations of the dispatch of electric power.

In the SE region, for example, the weekly average taken in the last twelve months indicates that the cost was R$ 375/MWh, at about USD 100/MWh.

This is a value that signals to the corporate world the real cost of electricity. That is, the trend of future prices points to an increase, assuming stability of last year’s conditions. It is a conservative assumption because it is based on the current, anemic GDP that does not pressure the demand side of the equation.

Bottom line: better to draw a scenario of future prices on the rise. To illustrate, currently the power rates granted to ELETROPAULO (the country’s largest power distributor) are at R$ 270/MWh for a typical corporate consumer that weighs 90% off-peak consumption and 10% on-peak.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.