Com o intuito de promover a cultura chinesa no País, a empresa de energia patrocina o Balé, que apresentará espetáculos em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte

A CTG Brasil, segunda maior geradora privada de energia do País, traz de volta ao Brasil, após nove anos, o Balé Nacional da China. Considerada uma das mais conceituadas companhias de dança da atualidade, o Balé apresenta no Brasil dois espetáculos – Lanternas Vermelhas e O Lago dos Cisnes – em 12 apresentações em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG), de 22 de maio à 9 de junho.

Empresa brasileira de origem chinesa, a CTG Brasil busca por meio desse patrocínio, via Lei de Incentivo à Cultura, a promoção da cultura da China localmente. “A diversidade cultural está no nosso DNA e gerar conhecimento sobre o país de origem de nossa empresa é algo muito importante para nós. Queremos promover a aproximação entre os dois povos, assim como já temos feito na construção de nossa cultura corporativa”, afirma José Renato Domingues, vice-presidente Corporativo da CTG Brasil.

Há cinco anos no País, a empresa é parte da China Three Gorges Corporation, maior grupo de energia limpa do mundo, presente em 47 países. A operação brasileira é a mais importante do Grupo fora do território chinês e já responde por 12% do faturamento total do Grupo.

Fundado em 1959, o Balé Nacional da China, com sede em Pequim, é a única companhia estatal de balé do país. Atualmente, é considerada pela crítica especializada internacional uma das mais importantes em atividade no mundo. Desde a sua criação, sua proposta era preservar a tradição da dança chinesa e incorporar ao repertório as grandes obras do balé romântico ocidental. A companhia traz em seu DNA o diálogo entre a cultura oriental e a dança clássica ocidental, mesclando tradições e referências dos dois universos.

Sobre a CTG Brasil

Criada em 2013, a CTG Brasil é parte da China Three Gorges Corporation, líder global em energia limpa. Com investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, o portfólio da empresa tem hoje capacidade total instalada de 8,28 GW. A empresa conta com a dedicação de seus talentos locais e combina o conhecimento brasileiro e chinês com o objetivo de contribuir para a produção de energia limpa e um futuro sustentável.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *