INFO MONEY | A Companhia Paranaense de Energia (Copel) lançou nesta terça um novo Programa de Demissão Incentivada (PDI). A companhia estima gastar R$ 85 milhões em indenizações, e afirma que a potencial redução das despesas é de R$ 142,1 milhões ao ano a partir de 2020.

Inovação. A aposta da Copel ao completar 64 anos nesta sexta-feira (26) a situa na vanguarda tecnológica do setor elétrico, assumindo o desafio de liderar a mudança de paradigma por que passa o segmento atualmente. – Curitiba, 25/10/2018 – Foto: Divulgação Copel

O programa ficará aberto a adesões entre os dias 1º e 15 de novembro, e será destinado a empregados que tenham no mínimo 55 anos de idade e 25 anos de Copel.

Segundo a empresa, 492 pessoas se enquadram nestes requisitos atualmente.

Caso o orçamento estimado não seja totalmente atingido, a Copel vai abrir uma segunda fase do PDI, entre 16 e 30 de novembro, que vai possibilitar a adesão dos demais empregados até o atingimento do valor pretendido em indenizações.

Por Agência Estado

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *