REUTERS | As contas de luz terão bandeira tarifária amarela em outubro, com custo adicional de 1,50 real para cada 100 quilowatts-hora consumidos, após dois meses em bandeira vermelha patamar 1, informou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

S11 Brasília DF 17/03/2015 ECONOMIA /NEGOCIOS ANEEL Fachada da sede da Agência Nacional de Energia Elétrica, em Brasília DF FOTO DIVULGAÇÃO

Segundo a Aneel, outubro é um mês de transição entre períodos de seca e umidade nas principais bacias do sistema interligado do Brasil, com previsões sinalizando elevação das vazões nos principais reservatórios. O melhor panorama hidrológico diminui a oferta de energia termelétrica, mais cara.

“Esse cenário também levou à redução do valor do preço da energia (PLD) com repercussão sobre os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF)”, disse a agência em comunicado, mencionando as duas variáveis que determinam a cor da bandeira.

Por Gabriel Araujo; edição de Roberto Samora

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *