LEILÃO A-6 | Após duas horas de atraso, o leilão A-6 finalmente teve início e com forte disputa entre os players participantes. Conforme o esperado a concorrência é forte no produto eólico.

enews1023 / Pixabay

O preço corrente da fonte está em R$98,41/MWh, contra o teto de R$227,00/MWh, o que representa um desconto de R$128,59/MWh.

Já o preço corrente do produto quantidade hídrica está em R$197,95/MWh, desconto de R$92,05/MWh em relação ao preço teto estabelecido de R$290/MWh.

Por fim, o produto disponibilidade – específico para termelétricas – está cotado a R$180,06/MWh, redução de R$127,94/MWh (Preço teto de R$308/MWh).

A forte concorrência e o elevado nível de desconto observado até o momento neste certame, começa a colocar em xeque a atratividade destes projetos e consequentemente, se estes adicionarão ou não valor aos acionistas.

A atual deterioração do cenário político-econômico brasileiro traz ainda mais incerteza às variáveis exógenas dos projetos, o que deveria resultar em premissas mais conservadores por parte dos grupos participantes neste certame. 

Já vimos este filme diversas vezes no passado e o resultado final é sempre frustrante e nunca “divertido”.

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *