Consumidores livres precisam – de tempos em tempos – fechar novos contratos de energia. Esta é a regra do jogo!

Minha experiência, desde o começo do mercado livre no Brasil, mostra que a grande maioria (1) negocia preço mas a redação contratual é a do padrão do vendedor e (2) tudo isto ocorre às vésperas do final do contrato em vigor.

Não há nada de errado nisto, já que trata-se do estilo do cliente e, afinal, quando o contrato é fechado, significa que as partes estão de acordo!

O que desejo chamar a atenção, é para condições que poderiam ser incluídas no contrato para torná-lo mais interessante e conveniente para o cliente. Isto é possível e viável, sempre que o cliente tratar deste assunto com folgada antecedência.

Lanço um repto: experimente esta sugestão. Você se surpreenderá, certamente, com os resultados adicionais. Se desejar explorar mais esta linha de pensamento, entre em contato!


How to improve the next power contract?

Deregulated industrial, commercial power users need – from time to time – to sign new power supply contracts. This is the rule of the game!

My experience, since the beginning of the free markets in Brazil, shows that the vast majority (1) negotiates prices but the contractual wording is the standard of the seller and (2) all this occurs on the eve of the end of the current contract.

There is nothing wrong with these 2 conditions as it is the client’s choice when the contract is closed, it means that the parties are in agreement!

What I want to draw your attention to is conditions that could be included in the contract to make it way more interesting and convenient for the customer. This is possible and feasible, whenever the client deals with this matter well in advance.

Here is the deal: try this suggestion. You will certainly be surprised by the results. If you want to explore this line of thought further, don’t hesitate to get in touch and we will explore your options !!


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *