O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) avaliou nesta quarta-feira (2), as condições de suprimento de energia elétrica no País e concluiu que, ao final de setembro, os armazenamentos dos reservatórios equivalentes das usinas hidrelétricas do país atingiram valores superiores aos verificados em 2018, com exceção do Sul.

©Foto: Paulo Santos/Interfoto – Divulgação

No entanto, em função dos cenários de precipitação verificados, com valores abaixo da média histórica, principalmente na região Sul, e das avaliações prospectivas apresentadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), foi ressaltada a importância do acompanhamento permanente das condições de atendimento.

Em relação à região Nordeste, que enfrentou condições severas nos últimos anos, foi destacada a boa recuperação do armazenamento de seus reservatórios, chegando a atingir armazenamento equivalente de 58% este ano, melhor situação desde o ano 2012, o que contribui não somente para a geração de energia elétrica, como para os demais usos da água.

Em relação à expansão da capacidade instalada de geração, foi ressaltada a entrada em operação da 16ª unidade geradora da UHE Belo Monte, com 611 MW. Assim, a motorização dessa usina se aproxima do seu fim, restando duas unidades geradoras, com previsão de término ainda em 2019.

» Condições Hidrometeorológicas: no mês de setembro, a precipitação ficou abaixo da média histórica em todas as bacias hidrográficas de interesse do SIN, com exceção do trecho à montante da UHE Três Marias, na bacia do rio São Francisco. Em relação à Energia Natural Afluente – ENA bruta, foram verificados valores abaixo da média histórica em todos os subsistemas. Nos próximos dias, há previsão de chuva fraca para as bacias dos rios Jacuí, Uruguai e Iguaçu, na região Sul do país.

» Energia Armazenada: no mês de setembro, foram verificados armazenamentos equivalentes de 31,1%, 41,6%, 43,9% e 48,7% nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte, respectivamente, e a previsão para o final do mês de outubro nesses subsistemas é de 23,7%, 38,7%, 37,3% e 31,5%, respectivamente.

» Expansão da Geração e Transmissão: a expansão verificada em setembro foi de 885 MW de capacidade instalada de geração de energia elétrica, 1.168 km de linhas de transmissão e 900 MVA de capacidade de transformação. Em 2019, a expansão do sistema, até setembro, totalizou 5.044 MW de capacidade instalada de geração, 8.606 km de linhas de transmissão e 11.072 MVA de capacidade de transformação.

» Exportação de Energia de Usinas Termelétricas: a Secretaria de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia – SEE/MME realizou apresentação sobre os resultados da Consulta Pública MME 84/2019, sobre proposta para a exportação de energia de usinas termelétricas. Conforme mencionado, as contribuições foram favoráveis quanto às diretrizes apresentadas usando os conceitos de oferta de preço, da liberdade econômica e do respeito ao papel dos agentes. O MME está consolidando a proposta de Portaria com as contribuições recebidas e em breve publicará o novo regulamento.

O CMSE, na sua competência legal, continuará monitorando, de forma permanente, as condições de abastecimento e o atendimento ao mercado de energia elétrica do País.

As definições finais sobre a reunião do CMSE de hoje serão consolidadas em ata devidamente aprovada por todos os participantes do colegiado e divulgada conforme o regimento.

Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico
Assessoria de Comunicação Social
Ministério de Minas e Energia
(61) 2032-5620
ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *