Expansão da geração no 1º semestre de 2019 foi 10% superior ao verificado em 2018

Comitê também avaliou expansão realizada e perspectiva para os próximos meses

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) esteve reunido nesta quarta-feira, 3/7, e avaliou, dentre outros assuntos, a expansão da geração e da transmissão em 2019. Conforme observado, no primeiro semestre de 2019 a expansão da geração foi mais do que 10% superior ao verificado no mesmo período de 2018, tendo alcançado 3.325 MW.

No mês de junho, foram destacadas a entrada em operação da unidade geradora 14 da UHE Belo Monte, com 611 MW, além de pequenas unidades geradoras para atendimento aos sistemas isolados de Rondônia e da UTE Pampa Sul, com 345 MW. Até o final do ano, é projetada expansão acumulada de 6.244 MW de capacidade instalada e 10.043 km de linhas de transmissão, conforme acompanhamento realizado.

Acesse as informações técnicas na íntegra:

Condições Hidrometeorológicas: o mês de junho foi caracterizado por precipitação abaixo da média em todas as bacias hidrográficas de maior representatividade no Sistema Interligado Nacional, decorrente da atuação de um sistema de bloqueio que impediu o avanço regular de frentes frias. Em relação à Energia Natural Afluente – ENA bruta, foram verificados valores variando de próximo da média histórica no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, acima da média no Sul e abaixo da média histórica nos subsistemas Nordeste e Norte. Nos próximos 7 dias, a passagem de uma frente fria deverá ocasionar chuvas, especialmente entre o centro-norte da região Sul e sul da região Sudeste.

Energia Armazenada: no mês de junho, foram verificados armazenamentos equivalentes de 47,2%, 88,5%, 55,4% e 73,6% nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte, respectivamente, e a previsão para o final do mês de julho nesses subsistemas é de 45,7%, 84,2%, 51,5% e 71,3%, respectivamente.

Expansão da Geração e Transmissão: a expansão verificada em junho foi de 1.006 MW de capacidade instalada de geração de energia elétrica, 4 km de linhas de transmissão e 1.133 MVA de capacidade de transformação. Em 2019, a expansão do sistema, até junho, totalizou 3.325 MW de capacidade instalada de geração, 2.084 km de linhas de transmissão e 8.989 MVA de capacidade de transformação.

O CMSE, na sua competência legal, continuará monitorando, de forma permanente, as condições de abastecimento e o atendimento ao mercado de energia elétrica do País. As definições finais sobre a reunião do CMSE de hoje serão consolidadas em ata devidamente aprovada por todos os participantes do colegiado e divulgada conforme o regimento.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *