Responsável pelo 7º. maior volume de consumo no país e pela melhoria contínua dos indicadores de continuidade e qualidade do serviço, a Celesc – Centrais Elétricas de Santa Catarina – manteve os investimentos no sistema elétrico em 2018. Até setembro, o montante aplicado em distribuição de energia chegava a R$344,8 milhões, volume 5% maior que no mesmo período de 2017.

Os investimentos alcançam todas as regiões do estado, com destaque para construção de novas subestações e linhas de transmissão, que são obras estruturantes para o sistema. Entre elas, ênfase para a energização da Subestação (SE) Maravilha, com capacidade instalada inicial de 26,67 MVA, e a Linha de Transmissão Chapecó, com 45 Km de extensão e 138 kV de tensão, na região Oeste.

Na Grande Florianópolis, onde foram inauguradas recentemente as subestações de Ingleses e Pinheira, a Celesc dá início à construção de uma nova subestação em Capoeiras (com capacidade instalada inicial de 40MVA), que irá reforçar o sistema elétrico da região continental, atualmente atendida pelas SEs Roçado e Coqueiros, e que deverá estar pronta no segundo semestre do próximo ano. Além disso, em agosto foi concluído o recondutoramento da Linha de Transmissão LT 138 kV Trindade – Desterro. A obra aumentou a capacidade instalada de 160 MVA para 252 MVA e trouxe benefícios a todo o sistema elétrico da Ilha, aumentando a qualidade e a confiabilidade no fornecimento para mais de 209 mil unidades consumidoras.

Leia o complemento da matéria no link azul acima.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *