Inovação está atrelada a investimentos. Claro, sem investimentos em pesquisa e desenvolvimento não há como criar novas soluções e gerar valor adicional aos produtos e serviços ofertados.

A GloboNews publicou nesta semana um ranking de 165 países em relação a percentagem de investimentos realizados em p&d comparativamente ao PIB.

  • O Brasil está na posição 160 com 4%.
  • Nossos concorrentes diretos (BRICS) estão na faixa de 15%.
  • Os países desenvolvidos, 25%.

Em nosso imaginário coletivo, criatividade é uma característica especial  dos brasileiros. Mas a constatação, no mundo real, mostra que inovações estão ligadas a outros países, não ao Brasil.

Se desejarmos ser realmente criativos precisamos enfrentar as mudanças necessárias para “chegar lá”. Ou então nos manteremos neste estado de alienação.


Are Brazilian creative?

Innovation is tied to investments. Of course, without investments in research and development there is no way to create new solutions and generate additional value to products and services.

GloboNews, a major Brazilian based network, published this week a ranking of 165 countries with respect to the percentage of investments in R&D as compared to GDP.

  • Brazil is in position 160 with 4%.
  • Our direct competitors (BRICS) are in the 15% range.
  • The developed countries, 25%.

In our collective imagination, creativity is a special characteristic of Brazilians. But, in the real world, innovations are associated to other countries, not Brazil.

If we want to be really creative, we need to face the changes to “get there.” Or we will remain in this state of alienation.

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *