Uma massa de ar seco se espalhou sobre o estado de São Paulo e os níveis de umidade do ar foram baixando nos últimos dias. Muitas áreas pelo interior registraram níveis de umidade do ar entre 30% e 40% na tarde da sexta-feira, 7, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. O menor nível foi de 28% em Lins e na região de Pradópolis. Na cidade de São Paulo, o menor nível de umidade no ar, por medição automática, foi de 48%, segundo o INMET.

O principal efeito desta redução de umidade foi a diminuição da quantidade de nuvens e a falta de chuva nos últimos dias sobre o estado de São Paulo. Esta massa de ar seco influencia o centro-sul do Brasil e vai ficar mais forte nos próximos dias, inclusive sobre São Paulo. Quem está querendo chuva, terá que esperar pelo fim da próxima semana.

Confira os efeitos desta massa de ar seco sobre o Brasil nos próximos dias

Fim de semana

Com o predomínio do ar seco, a Grande São Paulo e praticamente todo o estado de São Paulo diminuiu tem um fim de semana com muito sol e céu azul, sem risco de chuva. Só há previsão de poucas pancadas de chuva a partir da tarde na divisa com Minas Gerais e com o Rio de Janeiro. As praias também terão sol, mas há possibilidade de chuva rápida à tarde ou à noite. A chuva que ocorrer será fraca e não vai causar transtornos.

Temperatura e névoa

A pouca nebulosidade durante a noite vai fazer com que as madrugadas deste fim de semana sejam com temperatura amena em todo o estado de São Paulo. Em alguns locais a sensação será até mesmo de um friozinho, com temperaturas entre 14°C e 16°C. Apesar da temperatura na madrugada, a tarde é quente. Confira a temperatura na cidade de São Paulo.

A temperatura amena da madrugada facilita a formação de névoa no início da manhã em áreas da Grande São Paulo, dos Vales do Paraíba e do Ribeira e em locais de serra. A névoa se dissipa ainda de manhã e deixa o sol aparecer forte.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *