Com as regras do setor elétrico mais complexas surge a exigência de se descobrir como alcançar e manter o custo competitivo do consumo de energia elétrica de empresas e instituições.

  • Usinas hidrelétricas novas a fio d’água

    A gestão do ONS (Operador Nacional do Sistema) do despacho das usinas se tornou mais dependente das usinas térmicas (e mais caras)

  • Fontes eólicas e solares

    Ganhando expressão na matriz do pais, surge um novo desafio (técnico e de custo) para a operação do sistema nacional, em decorrência de sua intermitência.

  • PLD horário

    O PLD horário é a nova referencia, substituindo o tradicional semanal. Aumenta a intensidade da variação dos preços de curto prazo.

  • Gás  como um mitigador de riscos

    Selecionadas atividades, que possam ser tocadas a gas, tem potencial para reduzir custos em situações de preços de energia elétrica elevados.

  • Controle de demanda

    Para evitar pagamentos por demandas que embora ocorram pouquíssimas vezes respondem por custos elevados na futura mensal apresentada pela concessionária.

  • Escolha da tarifa mais adequada

    O faturamento da demanda varia e, potencialmente bastante, de acordo com o enquadramento contratual escolhido.

  • Controle horário do consumo

    Qual o perfil de utilização de energia viável que resultará em um custo mais competitivo da energia?

Considerar todas estas variáveis é um bom começo para se montar uma estratégia competitiva.


The “new” need: energy management

With the more complex electricity sector rules in Brazil, there is a need for companies and institutions to discover how to achieve and maintain a competitive cost of electricity consumption.

  • New run-of-river hydroelectric plants

ONS (National System Operator) management of power plants dispatch has become more dependent on thermal plants (and more expensive)

  • Wind and solar sources

Gaining expression in the country’s matrix, a new technical and cost challenge arises for the operation of the national system, due to its intermittency. & duck curve

  • Hourly Spot

The new hourly spot brought a new reference, replacing the traditional weekly. The intensity of short-term price changes (volatility) increases.

  • Gas to mitigate cost risks

Selected activities, which can be run on gas, have the potential to reduce costs in situations of high electricity prices.

  • Demand control

To avoid payments for demands that, although occur very few times per month, account for high costs in the monthly bill presented by the concessionaire.

  • Choosing the most appropriate rates

The demand billing varies and, potentially, a lot, according to the chosen contractual rate schedule (wire fees).

  • Hourly consumption control

What is the profile of viable energy use that will result in a more competitive energy cost?

Considering all these variables is a good start to build a competitive strategy.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *