Com exceção do contrato para entrega de energia no 3o Trim/18, que subiu +4,9% (R$235,00/MWh), os demais contratos encerraram o “pregão” do dia 08 de maio em ligeira queda.

O contrato para entrega em Junho recuou 2,7% (R$212,00/MWh), o contrato para entrega no 4o Tri/18 caiu 4,8%(R$200,00/MWh) e o contrato para entrega no 2o Sem/18 recuou 5,9%, encerrando o dia cotado a R$206,10/MWh. Os demais contratos acompanhados pela Pontoon-e (Mai/18, Jul/18, Ago/18 e 2o Tri/18) permaneceram estáveis.

Em nossa opinião não há razões específicas para este movimento de queda, uma vez que as condições hidrológicas e de carga permanecem iguais, conforme mencionado em posts anteriores (vide abaixo). Neste sentido, reforçamos nossa visão de que os preços dos contratos mais próximos (Mai/18, Jun/18 e 2o Tri/18) oferecem bom ponto de entrada.

Situação hidrológica continua desfavorável

Para a semana de 05/05 a 11/05/2018 há previsão de chuva fraca a moderada nas bacias dos rios Jacuí e Uruguai e de fraca intensidade na bacia do rio Iguaçu. Nas demais bacias hidrográficas de interesse do SIN permanece a massa de ar seco associada ao sistema de alta pressão mantendo a condição de ausência de precipitação.

Em comparação com os valores estimados para a semana em curso, prevê-se para a próxima semana operativa, recessão nas afluências de todos os subsistemas, exceto para o subsistema Sul, que apresenta um pequeno aumento.

A previsão mensal para maio indica a ocorrência de afluências abaixo da média histórica para todos os subsistemas.

Mapa de Chuva: NCEP/GEFS & INPE/CPTEC (07/Maio a 16/Maio)

Liquidez volta a subir

A liquidez dos contratos negociados na BBCE e acompanhados pela Pontoon-e (Mai/18, Jun/18, Jul/18, Ago/18, 2o Tri/18, 3o Tri/18, 4o Tri/18 e 2o Sem/18), voltou a apresentar elevação (174,2 MW médios), em relação ao pregão do dia 07 (116,3 MW médios), porém continua abaixo da média semanal (180,2 MW médios).

O contrato mais negociado do dia foi o contrato de Jun/18 com 98,9 MW médios (44,7 MW médios no dia anterior), seguido pelo contrato de Mai/18 com 50,0 MW médios (40,3 MW médios no dia 07). Além destes, também foram negociados o contrato do 3o Tri/18 (7,0 MW médios), do 4o Tri/18 (7,0 MW médios) e do 2o Sem/18 (11,3 MW médios).

Fonte: BBCE

Contrato Jun/18 é “Top Pick” Pontoon-e

A análise da dispersão de preços dos contratos – diferença entre os preços negociados na BBCE e a curva de preços da projetado pela Pontoon-e -, apontam para algumas oportunidades de trade.

Pontoon-e: Dispersão Preço (R$/MWh) Fonte: BBCE, Pontoon-e & EIG

Dos contratos analisados pela Pontoon-e, três apresentam assimetria e risco interessantes:

(i) Contrato de Maio: Lucro Potencial de R$26,00/MWh;

(ii) Contrato de Junho: Lucro Potencial de R$104,00/MWh, e

(iii) Contrato 2o Tri/18: Lucro Potencial de R$34,00/MWh.

Com exceção do contrato relativo ao 2o Tri/18, que tem registrado pouca liquidez (~0,6 MW médios na última semana), os contratos de Mai/18 e Jun/18, registram excelente liquidez, 71,7 MW médios e 81,6 MW médios, respectivamente.

A queda geral observada nos últimos pregões proporcionaram um excelente ponto de entrada, principalmente no contrato de Jun/18 (Trade 2), que apresenta lucro potencial de R$104,00/MWh.

Pontoon-e: Trade Calls Sugeridos & Performance Fonte: Pontoon-e


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *