Depois de mais uma longa batalha de liminares, o leilão de privatização da Amazonas Energia foi finalmente confirmado para hoje (10/12), às 17:00hs na sede da B3, antiga BM&FBovespa, em São Paulo. Esta será a quinta das seis distribuidoras controladas pela Eletrobras a serem privatizadas em 2018.

Vale lembrar, que o leilão de venda havia sido suspenso última a sexta-feira (07/12) devido a uma decisão judicial, mas o Tribunal Regional Federal da 1ª Região cassou a liminar, permitindo a realização do certame conforme o previsto.

Postergação da venda da Amazonas Energia pode custar até R$2,4 bilhões/ano ao novo governo. O atraso na privatização da Amazonas Energia, pode obrigar o novo governo a continuar repassando ~R$200 milhões/mês para continuar custeando a prestação do serviço no Estado. Outra hipótese que não deve ser descartada é o risco da futura equipe econômica ter que aportar mais recursos na Eletrobras para fazer frente à dívida deixada pela distribuidora.

Ao todo já foram privatizadas 4 das 6 distribuidoras da Eletrobras. Em julho deste ano, o governo alienou a Cepisa (Companhia Energética do Piauí) para a Equatorial Energia. A proposta vencedora garantiu redução de 8,5% na conta de luz, a assunção de um passivo oneroso de R$2,4 bilhões e a obrigatoriedade de um aporte de R$720 milhões a ser realizado pela Equatorial.

Em agosto, foram vendidas três distribuidoras em apenas um leilão: (i) Eletroacre e Ceron, ambas arrematadas pela Energisa; e (ii) Boa Vista Energia, adquirida pelo consórcio Oliveira Energia, empresa que opera nos Sistemas Isolados do Norte do País.

Os novos controladores se comprometeram em realizar um aporte imediato de R$668 milhões nas subsidiárias que, juntas, acumulavam um passivo de R$2,8 bilhões na estatal. O aporte na Boa Vista (RR) será de R$176 milhões, enquanto que na Eletroacre será de R$238,8 milhões. Na Ceron (RO), o investimento será de R$253,8 milhões.

Após a conclusão da venda da Amazonas Energia, o próximo passo será a Ceal. Caso o governo federal obtenha sucesso no leilão de privatização agendado para hoje (10/12), restará apenas a CEAL (Companhia Energética de Alagoas) para ser licitada. A CEAL está com o leilão agendado para o próximo dia 19 de dezembro.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *